Como usar as ervas aromáticas na culinária?

As ervas aromáticas dão paladar aos alimentos, mas é conveniente saber quais as mais indicadas para cada prato, de forma que não tenha surpresas na hora de ir para a mesa.

Os coentros, de sabor intenso, combinam com saladas, sopas, marisco, peixe refogados e na cozinha alentejana na famosa açorda e carne de porco à alentejana.

A hortelã, de sabor fresco, é indicada para refrescos, para temperar carne de borrego, aves, peixes e algumas sopas.

A salsa é uma erva aromática que pode ser usada em praticamente todos os pratos culinários, sendo portanto considerada uma das ervas aromáticas mais versáteis.

O alecrim pode usar-se em todos os tipos de pratos de carne e também em alguns queijos de sabor intenso, mas não deve ser cozinhado durante muito tempo.

O louro, combina bem em pratos de carne, peixe, feijão, legumes e molhos e tem a particularidade de poder ser cozinhado durante bastante tempo sem alterar o paladar dos alimentos.

O tomilho fica bem em pratos de carne de sabor intenso, ideal para temperar azeitonas, pimentos, tomate e anchovas.

O orégão é indicado para massas, pizzas, legumes assados, saladas, molhos e queijos.

A erva doce é normalmente usada para cozer castanhas, temperar salmão, recheio de massas e sobremesas.

 

 

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *